Inovação

Por muito que se aprecie a tradição e os pratos que são mais próximos da nossa cultura, de vez em quando sabe bem inovar e introduzir na nossa alimentação pratos de outras culturas. E hoje isso até é mais fácil de fazer do que noutras alturas. Eu ainda sou do tempo em que as pessoas tinham volumes e volumes de livros de culinária dos quais retiravam 20% de coisas que lhes interessavam e os restantes 80% eram simplesmente coisas que nunca chegariam a fazer. Hoje, quando nos apetece inovar basta fazer uma pesquisa pela internet e facilmente chegamos a algo que nos pareça interessante. Até já existem ferramentas na internet que nos permitem introduzir os ingredientes que temos disponíveis e nos aparecem algumas sugestões possíveis para o jantar. 
Ora há umas semanas estava às compras com o meu namorado e surgiu a ideia de um risotto. Pequeno frio na barriga, aquela insegurança de quem vai fazer alguma coisa pela primeira vez. Ainda por cima, há anos que oiço dizer que um risotto é um prato de dificuldade elevada. Mas depois pensei que seguramente já tinha feito coisas mais difíceis e que se corresse mal teríamos sempre rissóis no congelador! Fiz um risotto de frango com cogumelos. Para variar um pouco procurei a receita e segui-a mesmo à risca, todos os passos. Não sabia exactamente onde poderia inovar. Nunca provei outros risottos, mas sei dizer que gostei muito deste e não fui só eu! Foi um óptimo mote para um jantar romântico. E no fim de estar feito já me estava a pôr a pensar o que teria feito de diferente! Para a próxima lá se vai parte da receita para recriação! 


Sem comentários:

Enviar um comentário